Recursos Humanos ou Departamento Pessoal: entenda a diferença

Recursos-Humanos-ou-Departamento-Pessoal-entenda-a-diferenca

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

RH e DP são siglas bem conhecidas dentro do mundo corporativo, representando as áreas de Recursos Humanos e Departamento Pessoal de uma empresa, respectivamente. O problema é que, apesar de serem siglas bem conhecidas e disseminadas no mercado, muitas pessoas ainda não sabem diferenciar a atuação do setor de Recursos Humanos e Departamento Pessoal.

O RH e o DP são setores fundamentais dentro de qualquer empresa, seja uma empresa que realiza assessoria de contabilidade ou mesmo um hospital, e por isso é tão importante compreender as características e particularidades dessas áreas, bem como entender as suas diferenças de atuação.

O setor de Recursos Humanos: quais são as funções?

Antes de ser contratado por uma empresa, é comum passar por um processo seletivo, seja uma entrevista ou uma atividade em grupo. Essa atribuição é do setor de Recursos Humanos, que direciona suas atividades para recrutar pessoas para a empresa.

Ou seja, esse setor fica responsável por todos os processos de seleção da empresa, desde a elaboração de quais vagas estão disponíveis, o processo de entrevista, a verificação dos currículos selecionados, além de um processo de treinamento do colaborador e a melhora do clima organizacional.

Esse setor também é responsável pela retenção de pessoas talentosas na empresa, ou seja, como um cadastro reserva para próximas oportunidades dentro da instituição.

O grupo também é responsável por criar métodos e técnicas que favoreçam o desenvolvimento, integração e crescimento do profissional, fazendo com que os colaboradores possam estar cada vez mais integrados à empresa.

Entenda o que é o Departamento Pessoal

Se o setor de Recursos Humanos cuida do processo de recrutar e reter talentos para trabalhar na empresa, o setor de Departamento Pessoal se relaciona mais diretamente aos processos burocráticos. Isso representa dizer que esse setor é responsável por ações como:

  • Gestão da folha de pagamento do funcionário;
  • Processo de admissão e demissão;
  • Liberação das férias do colaborador;
  • Verificação de quais foram as horas trabalhadas;
  • Recepção de atestados ou de declarações de comparecimento;
  • Controle de exames voltados aos processos de admissão e demissão.


É muito importante que as empresas, tanto aquelas que realizam serviços de contabilidade, bem como aquelas que atuam com outros produtos e serviços, consigam integrar os dois setores dentro da empresa, para ter a melhora no processo de gestão do colaborador (Employee Experience), assim como para estar em dia com as obrigações legais que envolvem o processo de contratação e demissão.

Isso é importante para evitar que a empresa seja multada no futuro, assim como se envolver em processos trabalhistas.

É importante ressaltar, também, que mesmo o segmento de recursos pessoais, assim como de Departamento Pessoal, têm suas características e esses segmentos precisam ser integrados.

Às vezes, eles são confundidos como responsáveis por realizar a mesma função, pelo fato de lidarem diretamente com o público interno da organização e processos administrativos No entanto, podem atuar de forma complementar na gestão das necessidades, direitos e deveres dos colaboradores.

Agora que você já conhece as particularidades desses setores, confira mais detalhes sobre o assunto de atuação e integração das áreas nos tópicos a seguir.

A integração do Departamento Pessoal e o setor de Recursos Humanos

Um dos desafios das empresas é integrar o setor de Departamento Pessoal com o de Recursos Humanos, vendo nesses setores uma importância estratégica para a organização.

Para que as ações do RH consigam se efetivar, o setor de Departamento Pessoal precisa atuar de forma correta e com visão macro dos demais segmentos da empresa.

Isso porque, a satisfação do funcionário está diretamente ligada à produtividade que, por sua vez, está diretamente ligada ao dia a dia da empresa.

Isso inclui a relação interpessoal, funcionamento dos equipamentos (bebedouro, manutenção de notebooks, elevadores, etc), agilidade nos serviços burocráticos, entre outros.

Todos esses fatores passam pelo Recursos Humanos e Departamento Pessoal.

Além disso, sem as ações do RH e a expansão das contratações, o setor de Departamento Pessoal fica parado – além de impactar no crescimento do negócio. Desse modo, é visível a importância de manter um fluxo nas áreas e o quanto um setor depende do outro.

Diante dessa ligação direta que é exercida entre os setores, é fundamental uma boa integração, comunicação e diálogo.

Cada vez mais as empresas estão em transformação e, para obter sucesso, as organizações precisam realizar ações estratégicas direcionadas para uma boa seleção de pessoas, assim como a valorização do colaborador.

Diante disso, os setores de Recursos Humanos e Departamento Pessoal ficam responsáveis por formar equipes que sejam capacitadas e produtivas dentro do que a organização espera.

Além disso, houve um aumento do investimento do capital humano, como a busca por melhores salários, assim como benefícios que motivam o colaborador a permanecer na empresa, tendo em vista os novos movimentos do mercado e até mais exigências dos profissionais capacitados.

Diante dessa realidade, o RH precisou se adaptar no processo seletivo e de retenção, criando ações que fossem voltadas para a melhora na condição de trabalho, atendendo esse profissional de forma estratégica.

Para que isso seja possível, o RH irá promover ações para capacitar a equipe, assim como para que o seu desenvolvimento ocorra.

No caso do DP, ele vai permanecer ligado ao processo de efetivação da seleção e admissão dos profissionais, assim como todo processo de pagamento, verificando faltas, horas extras e até mesmo atrasos, assim como cuidando de todo o processo de concessão de benefícios e bonificações, como distribuição de vale-refeição, cesta básica e vale transporte.

Além disso, é seu papel avaliar ações complementares e os custos envolvidos nessas estratégias de retenção, como a disponibilização de vouchers em campanhas de gamificação, por exemplo, identificando qual a central desse custo.

Para que todas as atividades funcionem de forma fluida, é muito importante que esses profissionais atuem de forma alinhada e que desenvolvam, em todo processo, uma empatia e sinergia, tanto por seus pares quanto pelo corpo laboral, não atuando de forma isolada dos demais setores.

A realização desses serviços em empresas pequenas

É importante ressaltar que os setores de Recursos Humanos e de Departamento Pessoal possuem uma melhor estrutura, investimento e apoio quando falamos de grandes empresas.

Contudo, não podemos nos esquecer de pequenas empresas, como um novo estabelecimento de manutenção de máquinas industriais, ou até mesmo uma oficina de automóveis.

Essas empresas também precisam dar uma atenção especial à forma como seus colaboradores são recrutados, assim como os aspectos legais que envolvem a contratação e os pagamentos e gastos incluídos.

Diante disso, há dois comportamentos principais agregados nesses negócios, visto a menor capacidade de contratação – inicialmente. Para isso, uma alternativa importante para as empresas pequenas é investir na terceirização de serviços e, até mesmo, na integração dos setores, compondo uma equipe mista.

No caso da terceirização, existem empresas que são especializadas em serviços de Recursos Humanos, assim como de Departamento Pessoal, e que podem prestar essa ação de forma terceirizada e qualificada, otimizando todo o processo de administração.

Neste caso, a empresa pode ficar responsável por ações específicas ou por todo o processo de seleção de um colaborador, recrutamento, treinamento e admissão.

Por isso, no caso de uma empresa de pequeno porte que comercializa fritadeiras a gás, por exemplo, vale a pena realizar o investimento na terceirização desses setores, com o objetivo de melhorar a organização dos colaboradores e dos processos burocráticos, promovendo um respaldo jurídico.

Realize uma boa gestão do setor de Departamento Pessoal e RH

Já que esses dois setores são fundamentais dentro da empresa, é importante falarmos sobre como realizar uma gestão do RH, assim como do DP, de forma efetiva.

O primeiro passo para as empresas que contam com esses setores é ter uma equipe que seja especializada nesse segmento e isso vale para a contratação de profissionais do RH, assim como psicólogos e pessoal de gestão.

Outro aspecto importante para qualquer empresa que conta com o Departamento Pessoal e RH, é ter metas e objetivos bem determinados para as atividades desenvolvidas e números de contratação, por exemplo.

Se uma empresa de filtros a vácuo, por exemplo, está em plena expansão e necessita de novos técnicos para a manutenção dessas máquinas, ter metas de números de contratações e um prazo para fazê-las é essencial para que os gestores dessas áreas se organizem.

Somente dessa forma, é possível mensurar os resultados, desenvolver a empresa e identificar o que tem dado certo ou não no processo de gestão de pessoas e desses departamentos.

Dessa forma, é possível realizar alguns ajustes e implementar melhorias para os processos de recrutamento e todo o corpo organizacional.

Esses setores também precisam trabalhar com um boa comunicação e isso pode ser feito por meio de diferentes canais e recursos disponibilizados pela empresa, e até estruturados pelos próprios setores de RH e DP, tendo em vista que esses setores também podem estar envolvidos no processo comunicacional do empreendimento, promovendo a realização da atividade e de comunicados com qualidade.

Nesse sentido, pode ser verificado e realizado por meio de uma central de pabx em nuvem (quando o contato for individual com o colaborador), por exemplo, ou quando for necessário um contato em massa (por meio de envio de newsletter, jornal mural, boletim, postagem em rede social corporativa, dentre outros).

Para que as ações do setor sejam eficientes, a comunicação precisa estar integrada ao setor, pois somente dessa forma é possível obter bons resultados dentro da sua empresa, fazendo com que todos estejam bem informados em relação às decisões da empresa.

Além disso, outra dica importante é adequar os setores às inovações tecnológicas, já que por meio delas, os procedimentos empresariais, que vão desde gestão de pessoas até o planejamento tributário, podem ser feitos com uma melhora em seu processo.

Diante disso, existem ferramentas e softwares que são desenvolvidos com o objetivo de facilitar o processo de gestão desses setores, além de facilitar a realização de tarefas que são mais burocráticas, fazendo com que todas as atividades tenham maior precisão e agilidade, otimizando os processos.

Isso vale para procedimentos de admissão, a realização de algum exame, lançamento de horas extras no sistema ou mesmo para estruturar o processo de organização de um evento.

Ao longo do nosso artigo, você acompanhou as principais características dos setores de RH e Departamento Pessoal, compreendendo quais são as vantagens da integração desses setores e como eles podem ser benéficos para sua empresa.

A partir disso, sua empresa já consegue ter um melhor desempenho das atividades voltadas a esses departamentos, assim como na qualidade de trabalho realizado pelos colaboradores da organização, otimizando toda a gestão de pessoal e aspectos administrativos do empreendimento.
______________________

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conheça o kit bebê personalizado

receba conteúdos exclusivos sobre employee experience